Portal de Uruçuí - A Notícia do Tamanho da Verdade!

Prefeito e vereadores no Piauí são suspeitos de fraudar concurso público

Os empresários investigados são proprietários da Água Marinha Consultoria e Projetos LTDA ME, responsável pela organização do concurso.

14/12/2017 14:09 em Política Piauí
Prefeito e vereadores no Piauí são suspeitos de fraudar concurso público
Prefeito e vereadores no Piauí são suspeitos de fraudar concurso público

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) cumpre mandados de busca e apreensão na residência do prefeito e de vereadores de Bom Princípio do Piauí, a 288 km da Capital. Entre os alvos há também empresários e um capitão da Polícia Militar. A investigação visa desarticular um grupo criminoso suspeito de fraude o concurso público da prefeitura de Bom Princípio do Piauí, em janeiro deste ano.

Ao todo estão sendo cumpridos 13 mandados de buscas e apreensões nas cidades de Teresina, Bom Princípio, Parnaíba e Luís Correia. Até o momento, não há presos, mas vários documentos foram apreendidos. 

O certame ofertou 62 vagas no quadro efetivo mais cadastro de reserva da Prefeitura Municipal de Bom Princípio do Piauí. Os empresários investigados são proprietários da Água Marinha Consultoria e Projetos LTDA ME, responsável pela organização do concurso. 

As investigações do Greco apontaram que alguns dos candidatos aprovados e posteriormente nomeados tinham ligação com o prefeito e vereadores da cidade e teriam sido favorecidos.  Entre as vagas disponibilizadas no concurso estão cargos para as áreas de Educação e Saúde, cujos vencimentos são custeados com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e do Fundo Municipal de Saúde. 

A Polícia Civill também identificou evidências de que a empresa responsável pelo certame não apresentava capacidade operacional para tal finalidade. A entidade teria sido utilizada como fachada para a realização do concurso público em Bom Princípio e para a oferta de capacitações em municípios da região norte do estado do Piauí, custeadas com recursos federais, estaduais e municipais.

Cerca de 60 policiais civis de delegacias regional e especializada, além do Núcleo de Inteligência estão em diligência. A operação Bons Princípios conta ainda com membros do Tribunal de Contas do Estado, Controladoria Geral da União e Ministério Público Estadual. 

Foto: Portalecologico

Fonte: Cidadeverde.com

Comentários